Departamento de Estudo e Educação da Mediunidade

21/06/2012 17h26 - Atualizado em 21/06/2012 17h33

Reuniões Mediúnicas

São reuniões privativas, com portas chaveadas, comumente realizadas uma vez na semana, sempre no mesmo dia e horário, em local da Casa Espírita onde sejam possível garantir o silêncio respeitável e a harmonia vibratória, com número reduzido de participantes, previamente indicados para este gênero de atividade espírita.

Os participantes da reunião mediúnica são: dirigente e substituto; médiuns com mediunidade ostensiva (psicofônicos, psicógrafos, videntes, audientes, etc.); médiuns esclarecedores; equipe de apoio (passe, irradiações, prece).

As comunicações dos Espíritos devem ocorrer de forma espontânea, segundo programação determinada pelos mentores espirituais.
A reunião mediúnica apresenta, em geral, as seguintes etapas;

1. Fase preparatória:

- Leitura introdutória de página evangélico-doutrinária, sem comentários.
- Prece de abertura da reunião: clara, objetiva, simples e concisa.
- Leitura e breve comentário de trecho de O Evangelho segundo o Espiritismo, ou estudo de obra espírita, relacionada à mediunidade, por tempo que não exceda 30 minutos.

2. Fase de manifestação dos Espíritos

- Momento mais importante da reunião, caracterizada pela manifestação mediúnica dos Espíritos e pelo esclarecimento de Entidades sofredoras, pelo diálogo. O Tempo destinado a essa fase é de, no máximo, 60 minutos.
- Pode ocorrer, ou não, manifestação de um benfeitor espiritual.

3. Fase de encerramento

- Reserva-se alguns minutos para irradiações ou vibrações mentais, gerais e/ou específicas, concedendo aos médiuns oportunidade para se refazem do transe mediúnico.
- Prece final, semelhante a inicial.
- Avaliação da reunião: momento em que os participantes relatam suas impressões e percepções, oferecendo, assim, subsídios à melhoria contínua do trabalho. Trata-se de uma avaliação restrita ao grupo, evitando-se comentários fora da reunião para pessoas que não fazem parte da equipe.