Mensagens Espíritas

  • 18/07/2012 17h07 - Atualizado em 18/07/2012 17h07

    Enxertia divina

    “Se não permanecerem na incredulidade, serão enxertados; porque poderoso é Deus para os tornar a enxertar.” – Paulo. (Romanos, 11:23.)

    Toda criatura, em verdade, é uma planta espiritual, objeto de minucioso cuidado por parte do Divino Semeador.
    Cada homem, qual ocorre ao vegetal, apresenta diferenciados períodos na existência.
    Sementeira, germinação, adubação, desenvolvimento, utilidade, florescência, frutificação, colheita…
    Nas vésperas do fruto, desvela-se o pomicultor, com mais carinho, pelo aprimoramento da árvore.
    É imprescindível haja fartura e proveito. Na luta espiritual, em identidade de circunstâncias, o Senhor adota iguais normas para conosco.
    Atingindo o conhecimento, a razão e a experiência, o Pomicultor Celeste nos confere preciosos recursos de enxertia espiritual, com vistas à nossa sublimação para a vida eterna.
    A cada novo dia de tua experiência humana, recebes valioso concurso para que os resultados da presente encarnação te enriqueçam
    de luz divina pela felicidade que transmites aos outros.
    És, contudo, uma “árvore consciente”, com independência para aceitar ou não os elementos renovadores, com liberdade para
    registrar a bênção ou desprezá-la.
    Repara, atentamente, quantas vezes te convoca o Sublime Semeador ao engrandecimento de ti mesmo.
    A enxertia do Alto procura-nos através de mil modos.
    Hoje, é na palestra edificante de um companheiro.
    Amanhã, será num livro amigo.
    Depois, virá por intermédio de uma dádiva aparentemente insignificante da senda.
    Se guardas, pois, o propósito de elevação, aproveita a contribuição do Céu, iluminando e santificando o templo íntimo. Mas, se a incredulidade por enquanto te isola a mente, enovelando-te as forças no carretel do egoísmo, o enxerto de sublimação te buscará debalde, porque ainda não produzes, nos recessos do espírito, a seiva que favorece a Vida Abundante.