fbpx

terça-feira, 18/09/2018

Como salvar a livraria fundada por Kardec em Paris  

O recente vídeo publicado no YouTube – Como salvar a livraria fundada por Kardec em Paris – de autoria do blog Mari@tips.paris, tem suscitado muitos comentários nas redes sociais da Internet, nem sempre abalizados, ocasionando, de igual modo, inúmeras consultas à Federação Espírita Brasileira.

A título de esclarecimento e resposta às questões formuladas, apresentamos alguns dados históricos sobre o tema, coligidos pelos colaboradores da FEB José Jorge Leite de Brito e Samuel Nunes Magalhães, bem como fazemos saber quais medidas vimos adotando na sua condução.

Livraria Espírita/Livraria Leymarie

A livraria idealizada por Allan Kardec, e consolidada por Amélie Boudet – Livraria Espírita – tinha sede à Rua de Lille, nº 7, Paris, França. Criada por uma sociedade de espíritas, existia, exclusivamente, para atender os interesses do Espiritismo. Administrada por um gerente não remunerado, i.e., simples mandatário, os lucros advindos de suas atividades eram todos destinados à Caixa Geral do Espiritismo.
Além do seu endereço inicial à Rua de Lille, nº 7, a Livraria Espírita estabeleceu-se à Rua Neuve-des-Petits-Champs, nº 5, em agosto de 1878; à Rua Chabanais, nº 1, em setembro de 1888; e à Rua du Sommerard, nº 12, a partir de 1895. Vinculada à Sociedade Anônima sem fins lucrativos e de capital variável da Caixa Geral e Central do Espiritismo, teve como administradores o Sr. Armand Théodore Desliens, de abril de 1869 a agosto de 1871, e o Sr. Pierre-Gaetan Leymarie, de setembro de 1871 a 10 de janeiro de 1895.

Até 10 de janeiro de 1895, data de abertura do seu processo de falência, a Livraria Espírita teve seu nome alterado uma única vez: Livraria de Ciências Psicológicas e Espíritas, a partir de 1878; e a Sociedade Anônima sem fins lucrativos e de capital variável da Caixa Geral e Central do Espiritismo, em mais de uma ocasião: Sociedade para a continuação das obras espíritas de Allan Kardec, em 18 de outubro de 1873; Sociedade Científica do Espiritismo, em 1 de agosto de 1883; Sociedade de Livraria espírita fundada por Allan Kardec, em 30 de setembro de 1888.

A Livraria Leymarie ou Edições Leymarie, fundada por Pierre-Gaetan Leymarie, surgiu em outubro de 1895, com endereço à Rua des Petits-Champs, nº 24; e, em outubro de 1896, mudou-se para a Rua Saint-Jaques, nº 42 – seu atual endereço –, onde antes funcionara a Livraria de Ciências Psíquicas, também instituída por P.-G. Leymarie.

Do exposto, concluímos que a Livraria Espírita e a Livraria Leymarie são entes distintos, separados em sua fundação por quase três décadas, lembrando que a livraria fundada por Allan Kardec, em 1869, há muito encerrou as suas atividades, devido ao processo de falência instaurado em 10 de janeiro de 1895.

Acervo de Allan Kardec

Quanto aos materiais apontados como do acervo particular de Allan Kardec – correspondências, livros, quadros, fotografias et cetera – se autênticos, devemos considerar que são oriundos do Espólio da Sra. Amélie Boudet, transferidos à Sociedade para a continuação das obras espíritas de Allan Kardec, em fevereiro de 1883, e depois, com a falência da Sociedade, à família Leymarie, de quem descende Philippe Leymarie, atual proprietário da Livraria Leymarie.

Com o objetivo de avaliação preliminar do seu real valor histórico, estaremos realizando visita in loco, para, então, definirmos as ações passíveis de serem implementadas pela Federação Espírita Brasileira, de preferência, em consórcio com o Movimento Espírita Brasileiro e Movimento Espírita Internacional.

Conselho Diretor da FEB
Brasília, 18 de setembro de 2018.

MENU

ÚLTIMAS NOTÍCIAS




FEB EDITORA


BOLETIM INSTITUCIONAL
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatrio

CONGRESSO ESPÍRITA MUNDIAL


REVISTA REFORMADOR

Revista que aborda temas relacionados com Ciência, Filosofia e Religião à luz do Espiritismo e com o Movimento Espírita brasileiro e o internacional.

ASSINE