fbpx

sábado, 19/10/2019

Esclarecimento sobre matéria da Veja São Paulo

A respeito da reportagem Médium de direita, Divaldo Franco ganha o segundo filme, publicada pela Veja São Paulo na data de 18 de outubro último, a Federação Espírita Brasileira (FEB) esclarece que não concorda com o aspecto equivocadamente apresentado de ter acusado o médium de plágio, conforme descrito nos trechos que seguem:

Mas, em 1952, foi acusado por membros da Federação Espírita Brasileira de plagiar as mensagens psicografadas pelo amigo.

(…)

Foi amigo e inimigo de Chico Xavier > Em 1948, conheceu o médium mineiro e tornou- se amigo dele. Quatro anos depois, foi acusado pela federação espírita de plagiar a obra do colega. Os dois pararam de se falar, e o mal-entendido foi resolvido em 1974.

Esclarecemos que estes relatos não coadunam com a verdade, não sendo tal informação correta, portanto. A história entre a FEB e o médium Divaldo Franco sempre foi pautada na honestidade, cordialidade e respeito mútuo, gerando uma parceria de décadas de fraternidade e trabalho pelo bem.

Ao veículo Veja São Paulo enviamos mensagem e solicitação de errata sobre a informação equivocadamente publicada.

 

Fraternalmente,

Federação Espírita Brasileira

MENU

ÚLTIMAS NOTÍCIAS




FEB EDITORA


BOLETIM INSTITUCIONAL
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatrio

CONGRESSO ESPÍRITA MUNDIAL


REVISTA REFORMADOR

Revista que aborda temas relacionados com Ciência, Filosofia e Religião à luz do Espiritismo e com o Movimento Espírita brasileiro e o internacional.

ASSINE