fbpx

segunda-feira, 09/03/2015

Sete minutos com Emmanuel: 059

Podcast: Play in new window | Download (Duration: 06:21 — 6.0MB)

7 Min com Emmanuel – Cap 59

“Que cada um esteja pronto para ouvir, mas lento para falar e lento para encolerizar-se.”
(Tg 1:19)

Convém refletir

Analisar, refletir, ponderar, são modalidades do ato de ouvir. É indispensável que a criatura esteja sempre disposta a identificar o sentido dasvozes, sugestões e situações que a rodeiam.
Sem observação, é impossível executar a mais simples tarefa no ministério do bem. Somente após ouvir, com atenção, pode o homem falar de modo edificante na estrada evolutiva.
Quem ouve, aprende. Quem fala, doutrina.
Um guarda, outro espalha.
Só aquele que guarda, na boa experiência, espalha com êxito.
O conselho do apóstolo é, portanto, de imorredoura oportunidade.
E forçoso é convir que, se o homem deve ser pronto nas observações e comedido nas palavras, deve ser tardio em irar-se.
Certo, o caminho humano oferece, diariamente, variados motivos à ação enérgica; entretanto, sempre que possível, é útil adiar a expressão colérica para o dia seguinte, porquanto, por vezes, surge a ocasião de exame mais sensato e a razão da ira desaparece.
Tenhamos em mente que todo homem nasce para exercer uma função definida. Ouvindo sempre, pode estar certo de que atingirá serenamente os fins a que se destina, mas, falando, é possível que abandone o esforço ao meio, e, irando-se, provavelmente não realizará coisa alguma.
(Caminho, verdade e vida. Ed. FEB. Cap. 77)
***
Comentário de Haroldo Dutra Dias
Prontidão no ato de observar, ponderar, analisar e refletir, comedimento na expressão verbal, e adiamento calculado da ira representam o ciclo precioso da ponderação, capaz de assegurar o êxito na tarefa e a paz no coração.
Nesse belíssimo e conciso texto, Emmanuel nos ensina as virtudes ativas da escuta inteligente. Não basta o ato mecânico de ouvir, é preciso estar atento aos detalhes e integralmente presente naquilo que se executa.
Observação, análise, reflexão e ponderação integram o ato de ouvir, de modo proveitoso e atento, a fim de executar com segurança. Para atingir serenamente os fins é preciso ouvir com presença e atenção.
Consoante a sábia advertência do Benfeitor, todos nascemos com uma função definida a desempenhar no mundo. Todavia, “Cada aprendiz da realidade universal verá de acordo com as dimensões de sua janela; ouvirá, segundo a acústica, instalada por si mesmo no santuário interior; e compreenderá, na medida de suas realizações e experiências” (Doutrina e Vida, Cap. Emmanuel e a Unificação do Espiritismo).
Por esta razão, convém graduar a manifestação do nosso verbo, sabendo dosar palavra e silêncio, de modo a não transformar os poderes da fala em agentes de perturbação e desespero, prepotência e egoísmo, cólera e agressão, evitando a todo custo as manifestações da ira.
Aperfeiçoar nossa acústica para identificar o sentido das vozes, sugestões e situações que nos rodeiam.
“Se desejas, porém, sublimar as possibilidades de acústica da própria alma, estuda e reflete, pondera e auxilia, fraternalmente, e terás contigo os “ouvidos de ouvir”, a que se reportava Jesus, criando em ti mesmo o entendimento para a assimilação da Eterna Sabedoria” (Palavras de Vida Eterna, Cap. 72).

Produção: SER
Projeto: 7 Minutos com Emmanuel – cap 059
Gravação: Haroldo D. Dias
Comentário: Haroldo Dutra Dias
Música: Esta canção – João Cabete
Interprete: João Paulo Lanini – Violão
Edição: Júlio Corradi
Design: Júlio Corradi
Foto: Sonia Cunha

ÚLTIMAS NOTÍCIAS




FEB EDITORA


BOLETIM INSTITUCIONAL
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatrio

CONGRESSO ESPÍRITA MUNDIAL


REVISTA REFORMADOR

Revista que aborda temas relacionados com Ciência, Filosofia e Religião à luz do Espiritismo e com o Movimento Espírita brasileiro e o internacional.

ASSINE