Home > Colunista > DEUS INTERNO!

DEUS INTERNO!

Por Geraldo Campetti Sobrinho*

Tenho guardada na intimidade do ser a essência divina que me deu vida, como a me fazer, constantemente, recordar a origem de tudo.

Sou um ser extrassensorial, imaterial, imortal…

Sou um deus!

Ao mesmo tempo, sou tão pouco diante do muito que o Universo minimamente revela ser!…

A temporariedade e a impermanência, a fugacidade e a obsolescência da materialidade obnubilam a visão integral, confundindo os sensoriais sentidos no pragmatismo da realidade transitória dos mundos físicos.

A incompletude manifesta ou velada transparece na busca do ser integral, transcendente, impermanente…

É o elo perdido de uma corrente que insiste e persiste na demanda da conexão causal para o intrigante descobrimento do limiar dos evos.

As insatisfatórias respostas denotam a incapacidade cognitiva e a imaturidade espiritual para entendimento amplo de horizontes largos que, por ora, tornam-se fugidios…

É tempo de olhar para dentro de mim mesmo e descobrir, na intimidade do ser, que ali, nos refolhos da alma, habita um deus interior…

Essa essência divinal, tal qual uma chama tímida, aguarda paciente a manifestação do agente ativo, como um leve sopro, para se apresentar estuante em toda a sua pujança.

Essa individualidade etérea, inacessível ao entendimento humano materializado, aponta o indelével destino de todos os seres criados que, nas culminâncias da jornada ascensional, volvem ao Ser integral, Inteligência causal, Origem de tudo o que existe, expressando plenitude e paz em perfeita harmonia e integração às leis divinas.

 

* Geraldo Campetti Sobrinho é vice-presidente da Federação Espírita Brasileira. Responsável pela área de Divulgação Doutrinária, que contempla as seguintes unidades organizacionais: Reformador; Memória e Documentação; Comunicação; FEB Editora; e Comercial. Palestrante, escritor e apresentador dos programas Livros que Iluminam e Entre dois mundos: uma visão espírita da realidade, da FEBtv.