Home > Colunista > Bezerra de Menezes e a transição

Bezerra de Menezes e a transição

BEZERRA DE MENEZES E A TRANSIÇÃO

Diretrizes espirituais de 2011 a 2019

 

Camila Louise (camilalouise.f@gmail.com)
Geraldo Campetti Sobrinho (geraldocampetti@gmail.com)

 

Desde 2001 e por ocasião das reuniões ordinárias anuais promovidas pelo Conselho Federativo Nacional da Federação Espírita Brasileira, o incansável trabalhador da Espiritualidade, Bezerra de Menezes, presenteia-nos com valorosas mensagens a nos fortalecer na caminhada com Jesus. Por intermédio da abnegada mediunidade de Divaldo Franco, Bezerra de Menezes tem trazido, ao longo dos anos, aquilo que consideramos verdadeiras diretrizes espirituais a nortear o Movimento Espírita brasileiro, além da nossa própria jornada individual.

título Diretrizes Espirituais, no qual foi reunida a essência das mensagens desde 2001 até 2010. Reconhecendo a importância do trabalho do Benfeitor Espiritual nessa seara, levantou-se o conteúdo das mensagens posteriores do CFN – de 2011 a 2019 –, salientando-se, nessa ocasião, a continuidade da linha de diretrizes espirituais alinhavada por Bezerra de Menezes.

*

2011 – Era de Unificação e decisão

Estes são dias semelhantes àqueles quando o Divino Pastor veio reunir as ovelhas tresmalhadas de Israel com os gentios, proclamando o momento de unificação de raças e de etnias, de crenças e de religiões, de situações socioeconômicas diferentes sob o seu sublime cajado. […]
Porfiai na defesa dos nossos direitos de semeação do Evangelho […]. No mundo de convulsões da hodiernidade não há lugar para a timidez, para a ausência de decisões. […]
Prossegui, portanto, vigilantes, prudentes sim, generosos também, mas, sobretudo valorosos, na preservação da mensagem que herdastes do ínclito Codificador Allan Kardec e dos missionários que o assessoram […].

2012 – Novas conquistas aproximam a Ciência da Religião

Graças ao Espiritismo, na sua feição de ciência experimental, foi possível lançar a primeira ponte sobre o abismo, demonstrando que o resultado máximo da investigação científica é o encontro com a verdade relativa pela linguagem dos fatos e, ao confirmar-se a reencarnação nos laboratórios da mediunidade, foi inevitável a aceitação de Deus como causa do Universo. […]
Vivemos o momento histórico da grande transição, quando se abraçarão a Ciência e Religião, conduzindo as mentes humanas a Deus e, por consequência, ao amor, ampliando os horizontes da solidariedade para que todas as vidas constituam o ideal proposto por Jesus: o rebanho único e seu Pastor.

2013 – A bênção da legítima fraternidade

Em outras palavras, Jesus nos convida à renúncia total dos sentimentos egoísticos, acenando-nos com a bênção da legítima fraternidade. […]
É certamente o grande desafio do momento servir à causa sem se servir da Casa e da Doutrina que ela alberga. Compreender que, na condição de servo, a satisfação máxima é atender às determinações do Senhor, sem qualquer queixa ou reclamação.

2014 – Momento decisivo

Que o espírito de união, de fraternidade, leve-nos todos, desencarnados e encarnados, à pacificação, trabalhando essas anfractuosidades para que haja ordem em nome do progresso. […]
Venceremos lutando juntos, esquecendo caprichos pessoais, de imposições egotistas, pensando em todos aqueles que sofrem e que choram, que confiam em nossa fragilidade e aguardam o melhor exemplo da nossa renúncia em favor do bem, do nosso devotamento em favor da caridade, da nossa entrega em novo holocausto.

2015 – Perseverai no bem e não vacileis

Reencarnastes para contribuir com o momento da mudança de paradigmas do planeta de provas e de expiações para o mundo de regeneração. Assumistes o compromisso de divulgar Jesus Cristo, conforme as lições insuperáveis do Evangelho. […]
Avante, anônimos seareiros da verdade, e amai até as últimas forças da vossa jornada no planeta abençoado!

2016 – Momento histórico da transição para a luz

Não penseis que o Espiritismo veio solucionar aquilo que cada um de nós deve cuidar de fazer, mas nos ajudou a solucionar sim, pelo conforto moral, pelas palavras iluminativas, pelos conteúdos libertadores, tudo o que significa dor e angústia, libertando-nos do magnetismo terrestre para fruir as infinitas glórias da Imortalidade.

2017 – Vigilância e fidelidade da última hora

Jesus recomendou-nos a vigilância, depois a oração. Sede prudentes como as serpentes, sábios como as pombas, parafraseando o Evangelho, e estais vigilantes, porque os amigos vossos de ontem, que se encontram conduzindo as leiras do Espiritismo com Jesus, abrem as portas imensas da imortalidade para que as atravesseis em triunfo e glória.

2018 – Peregrina luz anuncia o amanhecer de uma nova era

Mantende o coração liberado de preconceitos de qualquer natureza. Abri os braços ao recolhimento das criaturas humanas, porém mantende os postulados da Doutrina invioláveis, sem enxertos de qualquer natureza, porque, se é verdade que o pensamento da Codificação evolve cada vez mais, não menos é verdade que o faz dentro das raízes fixadas, pelo Mundo Espiritual, nas obras fundamentais.

2019 – Gloriosa vitória da luz contra a treva!

Sois as cartas vivas do Evangelho e perseverai no objetivo sagrado de confortar os que choram, mas não apenas consolá-los, senão apontardes os caminhos pelos quais encontrarão a felicidade anelada.
Filhas e filhos do coração, não fostes vós que vos candidatastes, foi o Senhor da Vida que fez um giro ao entardecer e convidou-vos à última hora para a Seara de
Redenção. Alegrai-vos porque o vosso será o mesmo salário dos heróis da hora primeira e exultai porque já vos encontrais ao lado do Dono da Vinha que logo mais estará convocando-vos para a prestação de contas e ireis apresentar o glorioso resultado da vitória da luz contra a treva.

*

Somos, mais uma vez, alertados para a necessidade da vivência do Evangelho em nossas vidas, atendendo, sem escusas, ao convite da fraternidade e da união. Fomos convocados ao trabalho da última hora e a assistir ao início da Nova Era, em proatividade, garantindo nosso óbolo na batalha da luz contra a treva.

Ainda assim, o cuidado do benfeitor amigo em nos alertar sobre os perigos promovidos pelas artimanhas de nosso orgulho e egoísmo pode, eventualmente, fazer-nos estranhar a semelhança entre uma mensagem ou outra. Mas se nossa ignorância se atrapalha com a familiaridade das mensagens, a consciência humilde compreende o recado: enquanto não assimilarmos o conteúdo das diretrizes, transmutado em testemunho, a mensagem irá se repetir até se fazer ouvida, sentida e vivenciada no cotidiano de nossas existências.

LEIA A ÍNTEGRA DAS MENSAGENS NO SITE DA FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA – FEB:

Mensagens de Bezerra de Menezes no CFN

ASSISTA A LIVE DE GERALDO CAMPETTI, NO PAULO DE TARSO, SOBRE ESTE TEMA:

 

Publicado em Estrada de Damasco